Notícias

 

A Pré-Sal Petróleo habilitou nesta segunda-feira, 27 de agosto, a participação de quatro companhias de petróleo no 2º leilão de Petróleo da União. São elas: Shell Brasil, Total E&P Brasil, Repsol Sinopec e Petrobras. O leilão será realizado na B3, em São Paulo, no próximo dia 31 de agosto, às 12h.  

Durante o leilão, serão ofertados contratos de compra e venda de petróleo da União oriundos da Área de

Desenvolvimento de Mero e dos campos de Lula e Sapinhoá. Os lotes serão ofertados individualmente e poderão ser adquiridos para contratos de 36 meses ou 12 meses. Em três anos, os contratos somam um total de 14,4 milhões de barris de petróleo. 

O 2º Leilão de Petróleo da União será transmitido ao vivo pelo link www.tvb3.com.br.
As informações completas sobre o evento estão disponíveis no site da Pré-Sal Petróleo (https://www.presalpetroleo.gov.br/ppsa/leiloes-de-petroleo/2-leilao). 

Sobre os lotes

Área de Desenvolvimento de Mero

Para o período de 36 meses, a produção estimada da União que será leiloada é de 10,6 milhões de barris de petróleo. Para o período de 12 meses, a produção estimada é de 1,8 milhão de barris de petróleo. A 170 quilômetros do litoral do estado de Rio de Janeiro, a área faz parte da Bacia de Santos e é explorada por um consórcio formado pela Petrobras (operadora, com 40%), Shell (20%), Total (20%), CNPC (10%) e CNOOC (10%).

Sapinhoá

Para o período de 36 meses, a produção estimada da União que será leiloada é de 600 mil barris de petróleo e para 12 meses, de 115 mil barris de petróleo. A área faz parte da Bacia de Santos e é explorada por um consórcio formado pela Petrobras (operadora, com 45%), Shell (30%) e Repsol (25%).

Lula
Para o período de 36 meses, a produção estimada da União que será leiloada é de 3,2 milhões de barris de petróleo e para 12 meses, de 1,1 milhão de barris de petróleo. O Campo de Lula, do consórcio BM-S-11, é operado pela Petrobras (65%), com os sócios Shell (25%) e Petrogal (10%).

Sobre a Pré-Sal Petróleo
A Pré Sal Petróleo é uma empresa pública vinculada ao Ministério de Minas e Energia (MME), criada em novembro de 2013, e tem por objeto a gestão dos contratos de partilha da produção, a gestão dos contratos de comercialização de petróleo, gás natural e outros hidrocarbonetos fluidos da União e a representação da União nos procedimentos de individualização da produção e nos acordos decorrentes, conforme o marco legal do regime de partilha da produção.

Informações para a imprensa
Andréa Dunningham
21-35131764/994312991
andrea.dunningham@ppsa.gov.br

Cláudia Moreira
21-996136740
claudiamoreira@printrio.net

Patrisia Ciancio
21-35137751/98656-2877
Patrisia.ciancio@ppsa.gov.br